Hebe, A Rainha da Vida!

A 8 de Março de 1929, nascia, na cidade brasileira do interior de São Paulo chamada Taubaté, uma menina a quem o nome escolhido ditaria o seu destino: Hebe, a deusa da juventude!


Filha do músico Fego Camargo e de Ester, e tendo cinco irmãos, Hebe Camargo, após mudar-se com a família para a cidade de São Paulo, em 1943, cedo revelaria os seus dons artísticos. Aos 15 anos, já cantava chorinhos e modinhas na Rádio Tupi Paulista e imitava Carmen Miranda nos programas de calouros da época.



Dona de uma voz bela e de uma interpretação graciosa, Hebe iniciaria a sua carreira de cantora a solo com apenas 16 anos, ganhando o título de "estrelinha do samba".
Aos 17 anos, teria o seu primeiro disco gravado, a convite do compositor Dennis Brean, estendendo, assim, a sua fama a outros estados do Brasil, onde passou a fazer turnés.

Com 20 anos, estreou-se no cinema, no filme "Quase no Céu", fazendo ainda participações nos filmes de Mazzaropi como cantora.

Em 1950, quando nasceu a Televisão no Brasil, já Hebe era uma estrela nacional.
Juntamente com Ivon Curi, Hebe fez a primeira apresentação musical da Televisão brasileira, na TV Tupi de São Paulo, uma verdadeira relíquia que é uma delícia de se ver!





A par da sua carreira de cantora, Hebe, cuja beleza e carisma eram evidentes, depressa passou da Rádio também para a TV, estreando-se como apresentadora em 1955, pela mão do actor e produtor Walter Forster.




Nas décadas de 60 e 70, apresentou vários programas na TV Paulista, depois na recém-inaugurada TV Continental do Rio de Janeiro, e ainda na TV Tupi e na TV Bandeirantes, tornando-se líder absoluta de audiência.

Passou a ser conhecida como a "Estrela de São Paulo", mas, na verdade, o seu brilho já deslumbrava todo o Brasil!



Hebe passou a receber, nos seus programas, as mais famosas e importantes personalidades do Brasil e do Mundo, de tal modo que ficou costume dizer-se: "Não passou pelo sofá da Hebe, não existiu"!



Em 1985, Hebe mudou-se para o SBT (Sistema Brasileiro de Televisão), e, em Março de 1986, passava a dar o seu nome ao programa que, com garra e inteligência ímpares, mantém, com fantástico sucesso, até hoje: o programa "Hebe".



Sempre corajosa, irreverente e verdadeira, antes de mais, consigo própria e com o seu público, senhora de uma alegria solar, de uma naturalidade e espontaneidade desarmantes e de uma juventude e beleza eternas, Hebe criou um estilo único enquanto apresentadora, que a elevou, com unanimidade, ao patamar de "Rainha da TV", no Brasil.




Uma Mulher apaixonante, que sendo já uma das maiores figuras do século XX brasileiro, continua aí, marcando o século XXI com a sua arte maior, que é a de viver com a intensidade e a chama raras dos intemporais, espalhando a sua luz para que possamos, todos, dela tomar uma parte e sermos mais felizes.



Mas, felizmente, a extraordinária consagração de Hebe como apresentadora de televisão não fez com que ela deixasse de nos brindar com a sua lindíssima voz e grande força interpretativa.

Maravilhosa foi a sua actuação, em plenos 80 anos de idade, no show de homenagem aos 50 anos de carreira de Roberto Carlos, no Teatro Municipal de São Paulo, a 26 de Maio de 2009, onde foi, de forma especialmente emocionante, ovacionada!


Site SBT Hebe

Um comentário:

Kelly disse...

Belíssima descrição!
A Rainha da TV Brasileira ficaria honrrada ao ler esse texto!
Parabéns sempre.

Postar um comentário